Os Independentes chega aos 68 anos promovendo a maior Festa do Peão da América Latina

Os Independentes chega aos 68 anos promovendo a maior Festa do Peão da América Latina

Associação promotora e fundadora da Festa do Peão de Boiadeiro completa aniversário neste sábado, dia 15 de julho

Uma brincadeira de jovens que se tornou uma referência internacional. Em 15 de julho de 1955 nascia Os Independentes, um “clube”, fundado por um grupo de 20 jovens, sentados numa mesa de um bar de Barretos que tinham em comum alguns aspectos que se tornaram premissas para integrá-lo: ser maior de idade, solteiro e independente financeiramente . O motivo principal de Os Independentes – que continua até hoje em seu estatuto e em suas ações – era ser filantrópico.
 

Logo após sua fundação, o “clube” já selecionava e tinha novos membros. Um ano depois, em 1956, nascia a Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos – o primeiro evento do gênero realizado na América Latina – a primeira edição aconteceu embaixo de uma lona de circo no que seria o Recinto Paulo de Lima Correia, no centro de Barretos.
 

O clube, que depois se tornou Associação, foi fundado por Abdo El Karin Gemha, Antônio Renato Prata, Dino Scannavino, Edson Gemha, Élio Alves Garcez, Floriano Machado Coutinho, Horácio Tavares de Azevedo, Hosny Daher, Jamil Nicolau Mauad, Joaquim Luis Goulart, José Sebastião Domingos, Licínio Gomes, Luiz Agostinho da Silva Brandão, Orlando Araújo, Osvaldo Monsef, Paulo Coimbra, Paulo Pereira, Rubens Bernardes de Oliveira, Rubens de Oliveira e Saulo Junqueira Franco. A esse grupo, somaram-se mais 12 membros: Carlos J. T. de Andrade, Carlos Roberto Galli, Cássio Junqueira Nogueira, Cyrano Diniz Pereira, Hélio Bruno Barbosa, João dos Santos Filho, José de A. Lima, José Brandão Tupynamba, Orestes de Ávila, Otávio F. Andrade, Rhateb Cury e Udelson Gemha, que juntos realizaram a primeira Festa.
 

“Começamos como uma brincadeira, uma gincana e deu no que deu! Hoje a festa é a maior que tem. Fico surpreso e orgulhoso, está grande demais essa Festa e o clube continua na missão. Eu nunca imaginei que seria assim”, lembra o sócio-fundador José Brandão Tupynambá, 95 anos. Senhor Tupy, como é conhecido, conta que até hoje frequenta com orgulho a Festa. “Vou mais nos ranchos dos amigos, com meus filhos Paula e Ricardo. Torço muito pelo clube e pela Festa e fico alegre de participar até hoje da história”, afirma.
 

De Clube, Os Independentes “cresceu” e passou a ser uma Associação, mas mantendo os principais e a maior parte do estabelecido no Estatuto original. Atualmente, ela é presidida pelo empresário e pecuarista Hussein Gemha Junior. “Pra mim é um grande orgulho fazer parte desta história cheia de grandes conquistas de Os Independentes e honrar os objetivos dos fundadores. Desde o início o clube e a Festa foram fundados para terem um importante papel social na comunidade, o que buscamos atender diariamente. Inclusive, a filantropia permanece no nosso Estatuto com papel primordial”, conta com felicidade. Hussein é sobrinho de três fundadores de Os Independentes, Abdo El Karin Gemha, Edson Gemha e Udelson Gemha.
 

O primeiro presidente do clube foi o Sr. Antônio Renato Prata e a primeira Festa foi presidida pelo Sr. Joaquim Luis Goulart.
  Símbolo de representação da cultura e tradição sertaneja, a Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos se modernizou, mas não deixou as raízes para trás. Até hoje, acontecem apresentações e manifestações que resgatam a história como, Catira, danças do folclore brasileiro, Concurso de Berrante e Violeiros, Queima do Alho, entre outras atrações. Atualmente, a Festa tem repercussão internacional e faz parte do calendário mundial dos atletas das modalidades presentes nos rodeios, são elas, montaria em touros, bareback, sela americana, cutiano, team penning e três tambores, que projetam os competidores para o mundo de oportunidades no esporte.

Conheça nossos Parceiros

Mais Notícias
Pular para o conteúdo