Tem teatro de rua na Praça Matriz de Serra Azul com o Grupo Teatral ApanelA

Tem teatro de rua na Praça Matriz de Serra Azul com o Grupo Teatral ApanelA

Inédito na cidade e com única apresentação, “AnDança da Morte e dUmZé” foi inspirado em contos populares de morte e convida o público por meio do riso a refletir sobre esse tema.

O Grupo Teatral ApanelA da cidade de Ribeirão Preto apresentará seu espetáculo “AnDança da Morte e dUmZé” no dia 06 de julho (sábado), às 17h00 na Praça Matriz de Serra Azul. A apresentação é gratuita e seguida de bate papo.

O grupo ainda oferece a oficina “Experimentando a RUA”, linguagem utilizada no espetáculo, a ser realizada nos dias 29 de junho, no Centro Cultural Pedro Battel (Rua Antônio Giolo, nº 75). Para mais informações acesse o perfil @grupoteatralapanela ou enviando email para grupoteatralapanela@gmail.com.

O espetáculo AnDança da Morte e dUmZé teve sua estreia em abril de 2022 com temporada no calçadão de Ribeirão e a partir daí foi selecionado para reconhecidos festivais nacionais como o 45º FESTE Pindamonhangaba, a IV Mostra de Teatro de Heliópolis com apresentação na comunidade de Heliópolis, dentre outras apresentações. Sendo recepcionado com ótima participação do público, de colégios e de escolas de formação de atores.

Segundo Alexandre Mate durante o 45º FESTE em 19/11/2023: “A querela final, termina com o casal dançando um tango e sumindo na deslumbrante paisagem do Parque: final é idílico! Tive a oportunidade de assistir ao espetáculo anteriormente durante uma das mostras de teatro da Companhia Heliópolis de Teatro. “AnDança da Morte e dUmZé”  naquela ocasião deslocou-se pelas vielas da comunidade. Em ambas as paisagens, a obra funciona e, diferentemente, consegue congregar o público. Que ApanelA consiga apresentar múltiplas outras vezes seu féretro.

Morte e vida: esse é o tema da apresentação AnDança da Morte e dUmZé de autoria do Grupo Teatral ApanelA. Nesta tradicional ação de pesar e recheada de irreverência artística, o público será convidado a refletir sobre o tema que mexe de forma profunda com o ser humano e acompanhar o desenrolar deste ritual fúnebre com risadas garantidas.

De acordo com Ju Marques, atriz e integrante do grupo ApanelA, o espetáculo traz como tema o olhar de um Zé, um ser social comum, de classe baixa, frente ao desequilíbrio na balança entre a vida e a morte devido ao crescente individualismo coletivo, livremente inspirado no reconto “A quase morte de Zé Malandro”, do Ricardo Azevedo e na seção de contos de morte do Câmara Cascudo.

AnDança da Morte e dUmZé aponta através da linguagem simples, a política de morte em torno das classes baixas, e traz a relação humana com a morte, esse tabu da humanidade, essa eterna dança conduzida pelo tempo. Uma relação de amor e fuga, um eterno caminhar.

O projeto conta com o apoio cultural da Cia Representando Arte, Prefeitura de Serra Azul e é realizado pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio do Programa de Ação Cultural da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas.

Sinopse

Sabemos que todas as pessoas morrerão um dia, mas na vida dUmZé a Morte é uma companheira diária. Nasce assim uma relação de amor e fuga, uma proximidade tão cotidiana que não parece existir outra opção do que um caminhar ao lado do outro, uma interdependência mortal.

O espetáculo propõe um jogo cênico que envolve o público num cortejo fúnebre acompanhando a relação entre essas duas figuras tão presentes na realidade popular. Esperteza e Malandragem irão bastar ou “bobeou – dançou”?

O Grupo Teatral ApanelA fundado em 2018 durante o curso Técnico de Teatro do Senac Ribeirão Preto/SP a partir do estudo para teatro na rua, como consequência de uma experimentação com a dramaturgia do Aristófanes. Desde então, segue a proposta de estudar a linguagem do teatro de rua, a atuação em relação à geografia dos espaços e suas possibilidades de comunicação com o público.

Ficha técnica:

Criação Colaborativa – Grupo Teatral ApanelA
Atuadores – Ju Marques e Gabriel Amaral
Concepção Cênica – Paula Klein
Provocação Cênica e Dramaturgismo Final – João Paulo Honorato
Figurino – Zezé Cherubini
Adereços Sonoros – Barulho Max
Coreografia – Gustavo e Lelê (Espaço Entre Nessa Dança)
Colaboração Histórica – Júlio José Chiavenato
Arte Gráfica – Bê Bueno

Serviço

Espetáculo Teatral: AnDança da Morte e dUmZé
06 de julho de 2024 – às 17h00 (sábado), entrada franca
Local: Praça Matriz (Serra Azul)

Oficina: Experimentando a RUA
29 de junho de 2024 (sábado, às 14h)
Local: Centro Cultural Pedro Battel, entrada franca

Inscrições: link no perfil @grupoteatralapanela

Recomendada para interessados em geral com ou sem experiência, atuadores e não-atuadores com idade a partir de 12 anos

Conheça nossos Parceiros

Mais Notícias
Pular para o conteúdo