PORTIFÓLIO DA ESTÁCIO CONTA COM DIVERSAS OPÇÕES DE CURSOS HÍBRIDOS

ALÉM DE DEMOCRATIZAR O ENSINO SUPERIOR, O FORMATO SEMIPRESENCIAL CONSEGUE ATENDER DIFERENTES PERFIS EDUCACIONAIS E SOCIOECONÔMICOS.

Reportagem

Fotografia

Divulgação

Serviços

Telefone

Whatsapp

Redes Sociais

Galeria de Fotos

Publicidade

Na Estácio os cursos semipresenciais trazem mais hibridismo ao ensino superior e flexibilidade aos alunos que trabalham ou moram longe da faculdade. O formato, que ganhou força na pandemia, consegue conectar a expertise do ensino presencial com a inteligência do digital, tornando a sala de aula mais interativa e colaborativa

O formato, por mesclar o ensino presencial com o digital, consegue no Brasil, um país que segundo o Semesp tem quase 30 milhões de profissionais com rendimento de até um salário-mínimo e jornadas intensas de trabalho, democratizar o ensino e garantir que mais pessoas tenham acesso à educação superior de qualidade.  Além de custos mais acessíveis para os estudantes, o modelo híbrido gera novas experiências de aprendizado com a tecnologia, tanto para docentes quanto para alunos, com diversos ganhos em flexibilidade de horário e redução de deslocamentos.  

A Estácio, investe há mais de uma década no desenvolvimento de conteúdo digital robusto, com metodologias próprias de ensino, que usam vídeos curtos, podcasts, exercícios de fixação interativos e bibliotecas virtuais, que passam pela curadoria e pelo tratamento de educadores renomados. Nessa integração entre o presencial e o digital, o aluno garante a experiência presencial no campus com disciplinas em turmas presenciais regulares, incluindo laboratórios, até duas vezes por semana, além de cursar disciplinas com conteúdos nativo digitais por meio de uma plataforma de ensino digital disponível on e offline.

 De acordo com a pesquisa “Observatório da Educação Superior”, realizada pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (Abmes) e divulgada no último mês de maio, o formato Semipresencial, foi o que mais cresceu em número de novas matrículas. A escolha por essa categoria subiu 43%, seguida por 39% das aulas presenciais e 22% no Ensino a Distância (EAD). 

FORMATOS DE GRADUAÇÃO DISPONÍVEIS NA ESTÁCIO:

Ensino Digital – No EaD, o aprendizado é realizado por meio de uma plataforma 100% Digital, com conteúdos que podem ser acessados de qualquer dispositivo, on e offline. Sendo uma modalidade contemporânea, mais próxima ao cotidiano dos futuros profissionais, o EaD apresenta conveniências que vão além de romper a distância entre o aluno e a instituição de ensino. São dezenas opções de cursos, em todas as áreas, com aulas interativas com debates entre professores e convidados, conteúdos dinâmicos com vídeos e podcasts, e a flexibilidade e conveniência para estudar onde e quando quiser.

Pular para o conteúdo