Reflexões de Beto Vaca

Reflexões de Beto Vaca

Acompanhe e reflita com a coluna de nosso colunista Beto Vaca

Se fechares a mão no dia da semeadura, no tempo da colheita os teus celeiros ficarão vazios.

Faze do hoje um ritmo de vida, porque o amanhã terá o mesmo nome quando chegar.

Desfaze-te do fardo de ontem, porque o de hoje poderá juntar-se a ele, e a sobrecarga te esmagará.

Se os teus pensamentos voarem demasiadamente baixo, poderão entrar nos nevoeiros e colidir com as montanhas.

Nunca te estimes além do que realmente és; isso exigirá de ti, o que não podes fazer.

Nos domínios da verdade, a mentira apenas sobrevoa, mas não tem campo de pouso.

Lembra-te dos pobres enquanto estás na subida, para que não te rejeitem nos dias da tua descida.

Muitas vezes aprendemos mais com derrotas do que vitórias, tá?

Obs: Quem nos deixou e foi para Deus, foi meu e nosso amigo Chico do Jornal.

Até breve amigo, a gente se vê por ai…

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do nosso website. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ajude-nos a melhorar nosso website

Nos informe sobre erros de digitação, informações ou problemas técnicos.