Projeto Equoterapia retoma suas atividades a partir de 20 de janeiro

Projeto Equoterapia retoma suas atividades a partir de 20 de janeiro

Fechado desde o início da pandemia de covid-19, o programa traz uma novidade: estão abertas as inscrições à toda comunidade que visa aprender ou aprimorar seu relacionamento com cavalos.

O Projeto Equoterapia da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz(Esalq/USP) retorna no próximo dia 20 de janeiro, os atendimentos gratuitos, suspensos desde 2020 por conta da pandemia.  

Idealizada, em 2001, pelo professor Cláudio Maluf Haddad, do Departamento de Zootecnia da Esalq/USP, a iniciativa oferece tratamento terapêutico e educacional complementar utilizando o cavalo como instrumento de reabilitação de pessoas com deficiência física ou mental. 

Sila Carneiro da Silva, do Departamento de Zootecnia, e um dos administradores do projeto, destacou a importância da retomada das atividades. “A expectativa para a retomada das atividades é bastante positiva. Durante a pandemia, impossibilitados de realizar atividades presenciais, buscamos estabelecer parcerias com empresas de ração, produção de alimentos e sal mineral, para ajudar na alimentação dos cavalos. A grande novidade desse retorno é a realização de atividades pagas, como equitação lúdica, Happy Horse Day (Um dia com cavalos) e equoterapia solidária”.  

Atualmente, a equoterapia recebe 12 praticantes, com idade a partir de 3 anos, realizando atividades com fim educacional, esportivo e recreativo, ministradas em aulas individuais e coletivas, que proporcionam inúmeros benefícios aos participantes. As práticas acontecem ao ar livre, nas dependências do Setor de Equinocultura da Esalq em Piracicaba (SP), sendo conduzidas por uma equipe multidisciplinar. Durante as atividades, são desenvolvidas habilidades físicas, emocionais e sociais entre os participantes. 

Em duas décadas, foram mais de 30 mil atendimentos realizados no campus e muitas vidas transformadas. O projeto é voltado a pessoas com deficiência, principalmente crianças, e busca, dentro de uma abordagem multidisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação, o desenvolvimento biopsicossocial das pessoas assistidas. 

Sob gestão administrativa dos professores, Sila Carneiro da Silva e Gerson Barreto Mourão, ambos do Departamento de Zootecnia da Esalq/USP, e gestão técnica da professora Roberta Ariboni Brandi (Zootecnia da FZEA/USP), a iniciativa é mantida com apoio da Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq) e conta também com auxílio de voluntários, estudantes de graduação de diferentes cursos, além de empresas que patrocinam a ação.  

Os agendamentos para as atividades devem ser feitos pelo site fealq.org.br/equoterapia.  

Texto: Gabriel Perin Estagiário de Comunicação/Revisão: Alicia Nascimento Aguiar Mtb 32531

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do nosso website. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ajude-nos a melhorar nosso website

Nos informe sobre erros de digitação, informações ou problemas técnicos.