PRIMEIRO BEBÊ CRAVINHENSE DE 2022 É UMA MENINA

PRIMEIRO BEBÊ CRAVINHENSE DE 2022 É UMA MENINA

A PEQUENA ESTHER, FILHA DE JOÃO FABIANO E KEILA, É A PRIMEIRA BEBÊ CRAVINHENSE DE 2022.

A pequena Esther Oliveira Peres, veio ao mundo, de parto normal, às 21h57 do dia 1 de janeiro de 2022, com 2,992kg e 49,5 centímetros, no Hospital Centro de Referência da Saúde da Mulher de Ribeirão Preto – Mater.

O significado do seu nome, estrela, é o que a bebê Esther representa na vida do papai João Fabiano Peres, 38 anos, frentista, natural de Cravinhos e para a mamãe Keila Oliveira Peres, 37 anos, pedagoga e esteticista, nascida em Itumbiara – Goiás.

Casados há 8 anos, Fabiano e Keila já tem um filho, o Abner de 19 anos, e depois de tantos anos veio mais um presente, mesmo os pais não imaginando ter mais filhos. “Não tínhamos mais intenção de ter filhos, mas aconteceu e estamos muito felizes com a chegada da Esther”, disseram. Keila também explicou que para Abner, que até então era filho único, as mudanças ainda são muito recentes. “Até o momento meu filho Abner está tranquilo. Na realidade acredito que a ficha dele ainda não caiu (risos)”, disse a mãe.

A GESTAÇÃO

Keila fez a maior parte do pré-natal na rede municipal de Cravinhos, mas com 30 semanas de gestação descobriu um quadro de diabetes gestacional, foi encaminhada para o Hospital da Mater, em Ribeirão Preto, para ser orientada e dar continuidade as preparações para a chegada de sua filha. “Minha gestação não foi muito fácil, principalmente depois que descobri que estava com diabetes gestacional. Como essa condição é vista como alto risco para a gestação, fui transferida para a Mater para terminar meu pré-natal”, contou.

Como parte do tratamento, Keila teve que fazer destro, que é um exame rápido e superficial para detectar elevações da glicemia, além de ter que melhorar a alimentação. “Os cuidados que tive que tomar para controlar o diabetes gestacional foi realizar destro 4 vezes ao dia e tive que fazer uma boa reeducação alimentar”, disse.

A HORA DO PARTO

O parto da pequena Esther foi longo, aproximadamente 13 horas. Keila contou que, por ser sua segunda gestação, pensou que seria mais tranquilo, mas logo que pegou a filha nos braços, a mãe sentiu que tudo valeu a pena. “Eu fiquei cerca de 13 horas em trabalho de parto, foi bem dolorido, como era minha segunda gestação não imaginava que seria tão difícil. Porém, no final, foi gratificante ver que a Esther nasceu muito saudável, mesmo com a preocupação do diabetes na gestação”, falou a mãe feliz.

A VIDA É UM DOM 

O ano de 2022 começou com muitas incertezas, mas para os papais João Fabiano e Keila, a pequena Esther chegou trazendo a certeza de que dias melhores virão. “Acreditamos que a vida é um dom, por isso não podemos ser negligentes, pois já que Deus quis nos presentear, cabe a nós cuidar, educar, amar e principalmente tentar mostrar à nossa filha o caminho correto a ser seguido”, disseram os pais. 

O casal, que já passou por dificuldades, resume a trajetória vivida até aqui em um versículo bíblico. “Sobre tudo nossa vida se resumo ao versículo de Filipenses 4:13. ‘Tudo posso naquele que me fortalece.’ Já passamos por muitas coisas, nossos amigos sabem, mas nunca nos faltou nada”, complementaram.

O início de um novo e o nascimento de uma nova vida sempre traz consigo uma mensagem de esperança, por isso João Fabiano e Keila desejam “aos amigos que tenham fé, pois os dias bons acabam, mas os maus também. Tudo vai dar certo! Nossa fé é tudo pra nós! Que Deus abençoe a cada um!”

Por: Crislaine Messias

Fotos: arquivo pessoal

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do nosso website. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ajude-nos a melhorar nosso website

Nos informe sobre erros de digitação, informações ou problemas técnicos.