AFOGADA

Tristezas submersas em lágrimas.

Cicatrizes na epiderme

Fracos curativos

Alma esquiva

Álibi inocente

Poesia machucada

Labirintos que chegam ao coração.

Amontoado de frases

Enfraquecem o meu álibi

Rimas pobres

Me levam a ribanceiras da imperfeição.

Minhas poesias se quebram em pedaços.

Meus versos recortados

Se desintegram

Mas não jogo fora o

Êxtase de escrever

Contínuo caminhos

Sem enxergar o sol.

POESIA

Por: Valéria Rizzo Stella

Pular para o conteúdo