Musicalização: conheça a importância e como estimular seu filho

Musicalização: conheça a importância e como estimular seu filho

Pediatra reforça que a música é uma grande aliada no desenvolvimento, socialização e para que a criança explore o mundo ao seu redor
Música é grande aliada para estimular o desenvolvimento e socialização dos pequenos. (Crédito: Banco de Imagem/Freepik)

A música tem o poder de mexer com os sentimentos. Ao ser introduzida na vida dos bebês e crianças, logo na primeira infância, torna-se uma grande aliada para estimular o desenvolvimento, socialização e dá a oportunidade de os pequenos explorarem o mundo ao seu redor.

Segundo o médico pediatra e neonatologista do Sistema Hapvida, Maiton Fredson da Silva Lopes, por seus benefícios na primeira infância, a musicalização deve ser incentivada desde antes do nascimento.

“Cantar e conversar com o bebê ainda durante a gestação é um ato aconselhável e que aumenta a conexão da mãe com o filho”, afirma. “É sabido que o feto humano, com 21 semanas de idade gestacional, já possui todas as estruturas neurofisiológicas para ouvir. Por isso, durante toda a gestação o bebê consegue ouvir os sons provenientes do corpo da mãe, assim como sua voz”, completa.

Lopes explica que o contato com o universo musical não se restringe aos sons. “Respeitando cada etapa de desenvolvimento do bebê e da criança podemos oferecer experiências sensoriais diversas. Manusear instrumentos, ver suas cores, perceber que o próprio corpo é capaz de produzir sons em si mesmo e nos objetos ao redor são experiências valiosas para o desenvolvimento infantil”, afirma.

Musicalização

O pediatra e neonatologista do Hapvida frisa que a música pode ser apresentada a qualquer momento da vida. Porém, aulas de musicalização infantil estão indicadas a partir dos seis meses de idade e são de grande valia para desenvolvimento, socialização e exploração do mundo ao seu redor.

Os pais devem prezar por oferecer a música mais adequada para as fases de vida de seus filhos assim como os momentos do dia. A versatilidade dos sons permite obter músicas para relaxar, dançar e descobrir sentimentos e emoções”, diz.

Música e aprendizagem

Para o médico, a utilização da música em casa e na escola pode ser fonte de grande aprendizado. “Na verdade, a musicalização vai além da audição pois permite a estimulação de todos os sentidos da criança em desenvolvimento, como bons hábitos e boas atitudes. Além disso, traz a possibilidade de uma interação interpessoal que vem com as cantigas de roda e brincadeiras musicais elevando a capacidade de socialização entre todos os participantes”, reforça Lopes.

De acordo com ele, o simples fato de ouvir e manusear instrumentos que produzem sons desperta a curiosidade dos pequenos. Assim como dançar ajuda na psicomotricidade e se essa dança é em forma de grupos ajuda na socialização. “Pais que participam das aulas com seus filhos sentem-se mais próximos e afetivamente mais conectados a eles. A atividade musical, sem dúvida, permite uma infinidade de possibilidades para os que a experimentam”, garante.

O pediatra e neonatologista afirma ainda que a principal função da musicalização é permitir a descoberta do mundo, dos sentidos e das interações interpessoais de modo lúdico e respeitoso a cada fase do desenvolvimento infantil.

Mitos e Verdades

1)      A música pode melhorar a concentração?

VERDADE. Ao ouvir música deixamos nosso cérebro em um estado de relaxamento, além de nos manter imunes aos pequenos barulhos do meio onde estamos, que de outro modo nos chamaria a atenção.

2)      A música pode tranquilizar?

VERDADE. Os sons podem produzir sensações distintas, por isso a importância de estarmos atentos a que tipo de música consumimos e expomos nossos filhos. Músicas tranquilas podem fazer o cérebro relaxar, pois a captação das notas longas, repetitivas, compassadas e graves levam nosso cérebro a um estado de menor atividade e agitação, produzindo ondas cerebrais lentas e relaxantes que nos mantém em um estado de meditação ou sono reparador.

3)      Qualquer tipo de música aumenta a produtividade?

MITO. Músicas com letras ou que nos trazem muitas lembranças podem concorrer com nosso estado de atenção.

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do nosso website. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ajude-nos a melhorar nosso website

Nos informe sobre erros de digitação, informações ou problemas técnicos.