Estudo de Ribeirão Preto sobre o reforço vacinal para Covid-19 conta ainda com 50 vagas para voluntários acima de 18 anos

Estudo de Ribeirão Preto sobre o reforço vacinal para Covid-19 conta ainda com 50 vagas para voluntários acima de 18 anos

Pessoas que tomaram as duas doses de CoronaVac há mais de 30 dias podem participar da pesquisa, que visa verificar a imunidade dos participantes após a dose de reforço

O estudo sobre o reforço vacinal para Covid promovido pelo o Instituto do Câncer Brasil – unidade Ribeirão Preto, conta ainda com 50 vagas abertas para voluntários acima de 18 anos e que tenham tomado as duas doses de CoronaVac há mais de 30 dias.

Os interessados receberão a terceira dose da vacina e passarão por duas avaliações presenciais na clínica. Dois terços dos inscritos serão vacinados com AstraZeneca, enquanto um terço receberá CoronaVac como terceira dose. A partir da aplicação das vacinas, os pesquisadores irão verificar a imunidade dos participantes, bem como avaliar se há diferença entre as duas combinações de vacinas.

“Após uma avaliação médica, em parceria com o Laboratório da Professora Akiko Iwasaki, da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, realizamos os exames sanguíneos para analisar a imunidade de cada participante, proporcionando aos voluntários informações completas sobre sua real imunidade contra a Covid-19”, acrescenta Dr. Bruno Filardi, oncologista e diretor científico do Instituto do Câncer Brasil, em Ribeirão Preto.

A iniciativa tem a parceria com Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), SUS (Sistema Único de Saúde) e Ministério da Saúde.

Quem tiver interesse em participar, pode se inscrever ou pelo link https://j.mp/3hves1s ou pelo WhatsApp (16) 98173-3607.

Dr. Bruno Filardi é diretor do Instituto do Câncer Brasil e coordenador da pesquisa

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do nosso website. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ajude-nos a melhorar nosso website

Nos informe sobre erros de digitação, informações ou problemas técnicos.