Em Ribeirão Preto, Sergio Moro afirma que polarização faz mal para o país

Em Ribeirão Preto, Sergio Moro afirma que polarização faz mal para o país

Ex-ministro da Justiça e Segurança Pública e postulante à Presidência da República foi o convidado do LIDE Ribeirão Preto nesta sexta-feira, dia 29 de abril

Discutir as políticas públicas necessárias para o Brasil voltar a crescer, combater a corrupção e romper a polarização política foram alguns dos temas abordados pelo ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro, durante evento promovido nesta sexta-feira (29) exclusivamente para os filiados do LIDE Ribeirão Preto.

“Sobre a polarização política, a minha visão é que precisamos ter alternativas íntegras para os dois extremos atuais. Por isso aceitei me colocar nesta política e estou disposto a contribuir para transformar o Brasil em um país melhor”, disse Sérgio Moro.

Ainda segundo o ex-juiz, o Brasil precisa de um governo reformista que não tenha vergonha de ir contra a corrupção. “Não se pode abandonar a ideia de que o governo tem que ser honesto e ter integridade. Avançamos muito no combate à corrupção, mas ainda precisamos mais. Antes da Operação Lava Jato o nosso país era conhecido pela impunidade”, completou.

Questionado sobre sua possível candidatura à presidência, o ex-ministro afirmou que continuará na política e que deu um passo para trás para construir algo forte e vencer a polarização. “Fiz a transferência do meu título para São Paulo e continuo debatendo política pública, cenários do país e à disposição dos brasileiros”, reforçou Moro.

Relevância para região

Para Fabio Fernandes, presidente do LIDE Ribeirão Preto, o dia de hoje trouxe um tema extremamente relevante e com um convidado de abrangência nacional e internacional.

“Esse é o papel do LIDE, promover encontros e abordar temas que ofereçam discussões importantes e que contribuam para as decisões dos empresários em suas empresas e investimentos. Estamos muito felizes com a presença do Sergio Moro e de promover um evento com a casa cheia. Isso reforça o interesse das pessoas em saber como vai o nosso país”, conclui.

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do nosso website. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ajude-nos a melhorar nosso website

Nos informe sobre erros de digitação, informações ou problemas técnicos.