É possível fidelizar o cliente negócios de pequeno porte?

É possível fidelizar o cliente negócios de pequeno porte?

Muitos são os desafios para os pequenos e médios empresário no nosso país mas é preciso manter sempre o foco

Os pequenos empresários do ramo de alimentação se deparam frequentemente com o desafio de oferecer um bom atendimento para seus fies clientes que visitam suas lojas diariamente ou semanalmente. Mas o que acontece quando estes não encontram uma mão de obra que os ajude nesse desafio?  Primeiro vamos deixar claro que um bom atendimento, tanto para açougues, padarias, hortifruti ou pequenos e médios supermercados, pode ser um diferencial e realmente encantar o cliente mas se a experiência desse consumidor não for boa pode ocasionar um grande prejuízo. 

No dia a dia, quem geralmente faz a contratação desses colaboradores, são os próprios donos do negócio ou seus encarregados e o que eles mais procuram observar são o tempo o candidato permaneceu no seu último emprego, se tem boas referências, escolaridades dentre outros. Segundo a especialista em supermercado, Márcia Paduan Dinardi, que atua há 16 anos nesse ramo, esclarece que “não existe uma fórmula padrão a ser seguida na hora da contratação e o que vale muito é o feeling ou intuição do entrevistador para perceber se aquele candidato se encaixa ou não para a vaga disponível.” Ela acrescenta ainda que “é preciso encontrar pessoas que gostem de atender o público, que sintam prazer nessa atividade.”

Quando vamos a uma loja, fica nítido quando somos atendidos por alguém que está trabalhando no que gosta ou alguém que esta ali por não ter outra opção de trabalho. O que o empresário deve evitar é a alta rotatividade no seu quadro de colaboradores, não somente para a economia de seus encargos financeiros mas também para que haja uma fidelização com seus clientes. Importante também ressaltar que o planejamento correto do número de pessoas em cada setor, de acordo com o fluxo da loja, acarreta em economia nos caixas da empresa. “Vale lembrar que capacitar e treinar também são ferramentas chaves”, complementa a especialista em varejo.

Muitos são os desafios para os pequenos e médios empresário no nosso país mas é preciso manter sempre o foco nos funcionários pois são estes que vão garantir o sucesso do negócio e um bom resultado final para os caixas da empresa, não se esquecendo da boa experiência que o cliente vai ter dentro da loja.

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do nosso website. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ajude-nos a melhorar nosso website

Nos informe sobre erros de digitação, informações ou problemas técnicos.