De grillz a piercings: especialista explica cuidados necessários com acessórios bucais

De grillz a piercings: especialista explica cuidados necessários com acessórios bucais

Dentista explica como diminuir os riscos de infecção e que materiais podem ser mais seguros

O que pode parecer ser um simples acessório e trazer glamour ao sorriso, também pode causar problemas sérios à saúde bucal. Os apetrechos que têm sido usados como enfeite, entre eles, grillz e piercings, exigem cuidados de especialistas, é o que orienta Suyana Carneiro, cirurgiã-dentista do Sistema Hapvida. 

“É necessário entender que a aplicação de um objeto desses pode causar alguns problemas: infecção, inflamação, feridas, inchaço. E ainda, o paciente pode ter algum tipo de reação aos materiais, em alguns casos, se não for bem encaixada e colocada na posição adequada”, sinaliza.

De acordo com a especialista, outro ponto a ser observado é o tempo prolongado de uso, para evitar problemas como acúmulo de alimentos, bactérias e mau hálito.

“Não deve se alimentar com esse tipo de joia dentária na boca, pois há o risco de trazer problemas de mastigação. Outro ponto que pode ser afetado é a fonética. O paciente não vai conseguir pronunciar adequadamente as palavras enquanto estiver com o objeto“, explica.

Outras ponderações precisam ser realizadas, já que o artefato pode causar problemas a longo prazo, como é o caso da sensibilidade e da retração gengival. Com tantos pontos a serem observados, a especialista do Sistema Hapvida finaliza: “O maior brilho, a maior joia que se pode ter na boca é o próprio sorriso e um bom cuidado com a saúde bucal.”

Suyana Carneiro, cirurgiã-dentista

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do nosso website. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ajude-nos a melhorar nosso website

Nos informe sobre erros de digitação, informações ou problemas técnicos.