Cuidados com a saúde também devem ser metas para o começo do ano

Cuidados com a saúde também devem ser metas para o começo do ano

Uma médica alerta que exames de rotina e check-up são fundamentais para um bom 2024
Check-up médico

O ano novo também é sinônimo de cuidados globais com a saúde da mente e do corpo. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 70,6% dos brasileiros não procuram médicos para realizar exames preventivos de rotina. Por isso, para que 2024 comece de forma tranquila, especialistas na área da saúde alertam constantemente para a importância da realização de exames de rotina e check-up como importantes aliados para a garantia de bem-estar, prevenção e tratamento de eventuais doenças que podem ser identificadas. Isso porque o check-up atua de forma preventiva, auxiliando na detecção de possíveis alterações no organismo, por exemplo.

Para a professora e médica Edmércia Holanda, do Instituto de Educação Médica (IDOMED), priorizar como meta a saúde plena no início do ano requer a realização de exames clínicos de rotina. “Corresponde a uma atitude assertiva que promove o acompanhamento das condições de saúde por intermédio do profissional médico”, pontua. Ela explica ainda que, a princípio, todas as pessoas deveriam checar, pelo menos uma vez por ano, como está a saúde. “E os principais grupos que devem efetivamente ter acompanhamento são aqueles que têm divergências nos marcadores clínicos”, alerta, sinalizando para os grupos de risco.

A médica também orienta que a periodicidade para fazer exames clínicos está diretamente relacionada às condições peculiares dos grupos mais propensos ou afetados, como pessoas que têm problemas cardíacos ou outras comorbidades. Ela completa também que é preciso levar em consideração “as circunstâncias relativas à faixa etária”, observa. Além disso, ressalta que “é importante que as pessoas se valham dessa perspectiva para trabalharem mais intensamente pela sua qualidade de vida”.

Para uma boa saúde física e também mental ao longo do ano, é recomendável prudência e bom senso. É necessário, portanto, “levar em consideração as recomendações médicas, conforme as peculiaridades de cada indivíduo. Realizar atividades físicas e manter uma alimentação saudável são fatores que contribuem com uma maior qualidade de vida e, consequentemente, um ano com mais harmonia na saúde”, conclui.

Conheça nossos Parceiros

Mais Notícias
Pular para o conteúdo