CACHORROS GRANFINOS

CACHORROS GRANFINOS

POESIA ACRÓSTICO Por: Waldemar Medeiros

Cachorro, se quer saber

Alcança algum degrau de fama

Como já se viu dizer

Hoje alguns dormem na cama.

O cãozinho de uma filha

Reparem se está correto

Renega alguém da família

O danado é o predileto.

Riquezas que não dá lucro

Isto é calamidade

Como que um sonho maluco

Ou lhe dar a liberdade.

Guarda isento do perigo

Respeite pelo seu nome

Antes saiba que ele é amigo

Na companhia do homem.

Fazendo a comparação

Imagine que carinho

Na companhia do cão

O homem não está sozinho.

MORAL DA HISTÓRIA: Mais vale um cachorro amigo, do que um amigo cachorro.

No jogo do bicho, o cachorro é o nº 5.

Waldemar Medeiros

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do nosso website. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ajude-nos a melhorar nosso website

Nos informe sobre erros de digitação, informações ou problemas técnicos.