Reflexões de nosso Amigo Beto Vaca

Reflexões de nosso Amigo Beto Vaca

– Aquele que alonga demasiadamente os sermões, faz a função dos barbitúricos: quando ele para, a maioria já está dormindo.

– Aquele que se queixa de tudo e de todos, está atacado por uma doença que se chama: caprinose-contagiosa; uma enfermidade incurável, oriunda da traqueia dos cabritos.

– Ao costume de abajular, chama-se lesmodemia; uma exclusividade da lesma, mas os bajuladores também se diluem.

– Ao que tem hábito de beber, chama-se: Trambeio; um palanque sustentado por outros dois.

– Para o vício acentuado de fumar, há um nome cronologicamente justo: maria-fumaça; uma poluição social.

– O hábito de mascar chicletes denomina-se: ruminanciose-bucal; privilégio dos bovinos.

– Ao costume de dormir nos cultos religiosos, chama-se: preguicitose-permiciosa; doença do bicho preguiça.

Obs: Tem certas coisas que a gente vê e tem que ficar quieto, mas vamos falar a verdade: A humanidade hoje está totalmente robotizada, acabou o diálogo, o respeito, acabou tudo. Infelizmente quem está percebendo isso são os mais antigos, nada contra ninguém. Obs. Isso é só o começo, tá?

Obs: Aceito e acolherei com carinho todas as críticas e sugestões visando melhorar ainda mais as futuras e próximas edições. E por isso, serei grato a todos.

– Não me apresento nem como poeta, nem escritor, mas como alguém tentou realizar seus ideais.

Nunca despreze os mais velhos quando os novos hão de vir. Os novos vão-se embora e os velho vão te servir.

Beto Vaca

Proprietário do peculiar "Bar do Beto Vaca", é uma figura icônica e lendária de Cravinhos com personalidade carismática. Beto compatilha suas experiências de vida, pensamentos e ótimas histórias.

Pular para o conteúdo