Coluna Beto Vaca.

Quem nasce para ser Sardinha, nunca será Tubarão.

Não aponte os meus defeitos com esses dedos sujos! Tá?

Um grande abraço a todos nossos políticos, mas na verdade nenhum deles ainda não convenceu o padre da cidade para colocar o sino da capela São Benedito no lugar devido, é uma pena!

Obs: Não quero briga com ninguém! Mas vou continuar insistindo!

Sabem porque eu vivo insistião, é porque na Razão Social, o nosso “Buteco” é chamado de “Bar e Mercearia São Benedito”, Tá?

E é uma atração da cidade, e é um Santo Milagroso.

Um dia ainda eu vou olhar para traz, e ver que os problemas eram, na verdade os degraus que nos levaram a Vitória!

Mas vou insistir….

Que ironia! Um Bilionário e um mendigo morreram pelo mesmo mal: um, por preocupar-se demais com o dinheiro, o outro por não tê-lo.

Antes de procurar saber a mentira dos outros, procure conhecer a sua verdade.

Se cultura fosse sinônimo de sabedoria, biblioteca seria moradia exclusiva de Deus.

Quem põe ferradura atrás da porta pra dar sorte, tem mentalidade suficiente para, um dia, usa-la na sola do pé.

O cristão que não tentar “concristar” seu ambiente, é fajuto!

Dentro de mim existe um grito de fé, que ecoa por todos os poros!

Eu valorizo Deus na medida em que desvalorizo minha ambição material!

Se você não tem motivo para sorrir, pelo menos, não de motivo para outros chorarem!

Obs: um grande abraço na família do Julinho Benze, e a todos meus amigos da cidade, Ricardo, Péter, Dr. Parra, Gordinho, Dito Barboza, Barbeiro Faria, Zé da Moças, Sérgio Tagliari, Trovão, Luiz Fernando meu neto.

Beto Vaca

Proprietário do peculiar "Bar do Beto Vaca", é uma figura icônica e lendária de Cravinhos com personalidade carismática. Beto compatilha suas experiências de vida, pensamentos e ótimas histórias.

Pular para o conteúdo