Beto Vaca!!!

QUANDO…

Quando a fortuna, como senhora, te seguir implorando a esmola, servir-te e para isso a carpetar a estrada que não pensaste ainda transitar.

Quando a sorte, como escrava, para falar-te das riquezas que virão, se curvar perante o estado dos teus pés, e suplicante, implorar o direito de servir-te.

Quando a ventura te abrir de seus palácios as áureas portas, e em tom festivo as suas servas te aplaudirem, porque o triunfo deu-te o trono das vitórias coroadas.

Quando as pedras, para não te magoar os pés, se retirarem do caminho, e as árvores se curvarem ao perceber que vais passar, e os pássaros trinarem mavioso, um brando acorde triunfal.

Quando a sintonia das matas em doce enlevo te envolverem, e a cascata emudecer na tua chegada para ouvir o crepitar dos passos teus.

Quando o sol amenizar-te o seu calor, a lua madrugar para encontrar-te, e enciumada as estrelas disputarem a teu lado um só lugar.

Obs: A poesia é filha de um espírito jovem, por isso floresce em qualquer idade.

Enquanto vives, lembra-te que és pó e que ao pó tornarás.

Não devemos esperar uma úlcera estomacal para sermos moderados no comer e no beber, mas com a moderação, evitaremos que ela se forme, tá? 

Obs: Dr. Parra, Julinho, Ricardo, Faria Barbeiro e muitos outros, evitem de ficar enchendo o rabo, tá? Procurem ir à missa de vez em quando…

Beto Vaca

Proprietário do peculiar "Bar do Beto Vaca", é uma figura icônica e lendária de Cravinhos com personalidade carismática. Beto compatilha suas experiências de vida, pensamentos e ótimas histórias.

Pular para o conteúdo