A POSSE E OS PROBLEMAS

A POSSE E OS PROBLEMAS

PONTO DE VISTA Por: Francisco Cavalcanti Notícias extraídas do Jornal A Tribuna Regional de 11 de janeiro de 1997

Prefeitos e vereadores eleitos tomaram posse no último dia 1º de janeiro. Como faz parte da tradição, houve solenidade e discursos otimistas. Desta vez a posse dos eleitos reveste uma importância singular.

Ocorre que tanto os membros do Executivo como do Legislativo, estarão assumindo a honrosa, mas dificílima tarefa de dirigir os destinos de suas respectivas cidades durante o quatriênio do século. Ou melhor, os últimos quatro anos do Segundo Milênio.

A posse é sempre um momento de euforia, quando na realidade deveria ser um momento de preocupação. Os prefeitos, principalmente, estarão enfrentando sérias dificuldades. Até mesmo os prefeitos mais experientes, por já terem exercido outros mandatos, defroter-se-ão com novos desafios. E que desafios.

Nos próximos quatro anos, fatos novos estarão ocorrendo nas áreas da economia e das finanças. Haverá maior interferência da tecnologia e da informática em todos os setores da administração pública. A captação de investimentos industriais será cada vez mais competitiva. E, por razões óbvias, a opinião pública tenderá a ser mais crítica e exigente.

Mas a primeira grande batalha que os novos prefeitos terão que enfrentar, é contra os déficits públicos. Todos herdaram os seus antecessores, dívidas e obras inacabadas. Consequentemente, o saneamento financeiro terá de ser prioridade absoluta.

Será mais difícil do que nunca, pagar as promessas eleitorais. Não há como pagar dívidas sem dinheiro em caixa, isso é óbvio. Mas o que é óbvio merecer destaque quando se revela problemático. E depois, os próximos quatro anos serão decisivos para o futuro dos municípios. E igualmente para os fortalecimentos do municipalismo do novo século.

Justificadamente, destacamos especialmente as expectativas otimistas que cercam a posse dos prefeitos de nossa região. Em Cravinhos, José Amoroso, assume pela segunda vez. Em Serrana, Patury retorna com novos planos de investimentos. Em São Simão, Dr. Madruga, em Serra Azul, Homero de Carvalho Freitas e em Luiz Antônio, Faustino Pretel, são novos neste cargo, e esperam que a partir de 97, suas cidades iniciam uma caminhada feliz em direção ao Século XXI.

Nesse sentido, os Prefeitos e Vereadores que tomaram posse, merecem um crédito de confiança de toda comunidade.

(Notícias extraídas do Jornal A Tribuna Regional de 11 de janeiro de 1997, edição Nº 480).

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do nosso website. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ajude-nos a melhorar nosso website

Nos informe sobre erros de digitação, informações ou problemas técnicos.