Há 25 anos atrás!

Há 25 anos atrás!

TRIBUNA ESPORTIVA

Por: Eros Fonseca

Sábado último à tarde, na Praça de Esportes do Cravinhos Tênis Clube tivemos a inauguração do Campo de Futebol Canindé, quando na oportunidade esteve presente as equipes da Secretaria Municipal de Esportes de Ribeirão Preto que conta em suas fileiras com vários craques da época atual bem como do nosso futebol profissional do passado.

Na partida preliminar que foi muito boa por sinal, com jogadas bonitas e bem concatenadas por parte dos atletas das duas agremiações, teve como resultado final um placar de 04 x 02 para o CTC.

Piriquito marcou o tento de inauguração do Canindé do CTC, Fernandão, Cezinha e Valmir completaram o marcador de 04 x 02, enquanto Baleia e Zezinho marcaram para a equipe visitante, muito boa por sinal, mas tiveram pela frente uns atletas dispostos a inaugurar o gramado com uma vitória, e conseguiram.

O Cravinhos Tênis Clube apresentou-se na oportunidade com esta formação: Fabinho da Bela (Zé Coco), Leno (Marinho), Mário (Cesinha) e Biguá (Frede), Fernandão (Eduardo) e Valmir, Piriquito e Marcelo.

Por sua vez, a equipe da Secretaria de Ribeirão Preto sob o comando do técnico Roberto Corsino apresentou-se com: Jefferson, Rostem (Acari), Piter (Egito) e Dado (Palitinho), Pitinha e Zezinho, Baleia e Eurico (Edson Mariano).

Na arbitragem tivemos o Edgar com boa atuação.

NUM SUFOCO DANADO O AMOR E GLÓRIA CLASSIFICA-SE

A primeira rodada foi travada entre Amor e Glória da Vila Viega, Ninão de um lado e o Republica do João Berbel II, Cléber do outro.

A partida foi disputadíssima pois ambas as equipes buscaram a classificação, para o clube da Vila Viega bastava um empate e para o João Berbel II somente a vitória interessava.

O 1º tempo terminou igual em 00×00, na segunda fase entrou o Carlinhos e logo em seguida ele marcou um o tento do Republica, tento este que deu desespero tanto no Ninão como nos atletas do Amor e Glória que passaram todo o 1º tempo jogando pelo empate, com isto não procurando correr muito, mas ao tomarem o gol que os colocaria fora da competição, começaram a correr buscando ao menos o gol de empate, e ele veio através do oportunismo de João que também havia acabado de entrar, aliviando o sufoco que estava passando o Amor e glória, marcador este que ficou até o final classificando o clube da Vila Viega para a outra fase, deixando desanimados os rapazes do clube do João Berbel II, que lutou muito atrás da vitória que não veio.

Ninão alinhou sua equipe o Amor e Glória da Vila Viega desta maneira Flavinho, Chera (João) e Lim, Éfo, Tiziu (Feio e depois Bim) e Portalupe (Tiziu).

Por sua vez o Cléber formou assim o Republica do João Berbel II: Dida, Zezinho e Tigrinho (Reinaldo e depois Trator), Erasmo (Trator e depois Erasmo), Garrote e Leandro (Carlinhos).

Na arbitragem tivemos o Riele com boa direção enquanto como mesário estava o Júlio.

25 Anos Atrás

Relembre os eventos do passado de Cravinhos e Região de duas décadas e meia atrás. Informações históricas desde mudanças na paisagem urbana, até eventos marcantes e suas personalidades.

Pular para o conteúdo