Cravinhos, 19 de Janeiro de 2018
ÚLTIMAS NOTÍCIAS:
Notícia
A RESPIRAÇÃO BUCAL E AS DEFORMIDADES DENTO-FACIAIS
10/08/2011

 Atualmente, os problemas respiratórios na infância estão cada vez mais freqüentes, porém pouca gente sabe, da relação desses problemas, principalmente nas crianças que respiram constantemente pela boca, com os problemas ortodônticos, a mal oclusão dentária. A respiração é junto com a mastigação, um dos principais fatores que contribuem para o correto desenvolvimento dos ossos maxilares e conseqüentemente um correto posicionamento dos dentes.

Quando a criança passa a respirar pela boca, várias alterações começam a ocorrer:

Descrição: http://www.abcdasaude.com.br/imagens/botoes/sxicon0.gif

Passa a manter a boca aberta a maior parte do tempo

Descrição: http://www.abcdasaude.com.br/imagens/botoes/sxicon0.gif

A língua passa a ficar mais baixa, junto ao assoalho da boca, em contato apenas com os dentes de baixo

Descrição: http://www.abcdasaude.com.br/imagens/botoes/sxicon0.gif

A criança, para facilitar a respiração bucal, projeta a cabeça para frente, esticando o pescoço, mudando a postura da coluna cervical

 

             Essas alterações, junto com a inversão da passagem do ar aos poucos vão trazendo alterações para os ossos maxilares, para as arcadas dentárias e para o posicionamento correto dos dentes. Também pode apresentar baixo rendimento escolar, ser irriquieto, sonolento, apresentar cansaço intenso com pouco exercício físico, ronca e baba a noite e é um forte candidato a apresentar apnéia do sono, ainda na infância.

           É um problema sério, que envolve para o seu tratamento, vários profissionais, em geral, o tratamento da respiração bucal envolve os médicos, principalmente o otorrinolaringologista, que vai tratar as causas da obstrução nasal, o ortodontista ou ortopedista dos maxilares que vai atuar nas seqüelas bucais da respiração bucal, corrigindo os dentes e arcadas dentárias, bem como fonoaudióloga e fisioterapeuta. Como toda alteração que envolve o crescimento e desenvolvimento dos ossos maxilares e arcadas dentárias, o tratamento ortodôntico das seqüelas da respiração bucal deve ser o mais precoce possível, mesmo enquanto a criança ainda tem os dentes de leite, para que essas alterações não se perpetuem durante o crescimento da criança, tornando mais difícil seu tratamento no futuro.

 

updown
Web by Parceria Online - 2011 - 2018 Todos os direitos reservados
Francisco José Cavalcanti da Silva - Diretor e Proprietário
Kátia Cavalcanti - Administrativo e Financeiro
Leandro Cavalcanti - Jornalista Responsável
Jamila Grecco - Jornalista
Fale Conosco: contato@atribunaregional.com.br
Endereço: Rua Cristiano Barreto, 327
CEP: 14140-000 - Cravinhos - SP
Telefone/Fax: (16) 3951.2228